Férias: Período de se esbaldar

frog-897420_960_720

Férias merecidas e necessárias

As férias chegaram agora é tempo de “chutar o pau da barraca”, de esbanjar, comer e beber de tudo e mais um pouco. Que maravilha!

Não, não é bem assim a vida de quem tem uma doença crônica e no meu caso, como sou portador de Espondilite Anquilosante, tenho que me controlar na alimentação e não relaxar no esporte, pois todas as evoluções adquiridas podem ser perdidas.

Vida Normal nas Férias

PorDoSolSantaMargaridaMG

Um por do sol na montanha é rejuvenescedor

É comum ver as pessoas de férias postando fotos na praia, esbanjando com comidas e bebidas. Parece que isso é o normal nas férias e, até certo ponto, deve ser mesmo, pois férias é para sairmos da nossa rotina normal e viver uma festa diária. Contudo, os cuidados com a saúde não devem ser esquecidos. Principalmente por nós portadores de alguma doença crônica.

A alimentação associada à prática constante de esporte podem e fazem muita diferença em nossa vida e não podemos deixá-las de lado. A vigília é constante e diária para termos uma condição de vida mais amena e menos dolorida, ou como no meu caso, total ausência de dores.

Estou de férias, vou me esbaldar

PorDoSolBikeSantaMargaridaMG

Pôr do sol e bike é uma união perfeita

Até certo ponto essa frase não é de toda mentira. Minhas férias começaram oficialmente hoje, porém no final de semana eu pedalei 145,920 quilômetros pelas montanhas do lindo estado de Minas Gerais. Foram 2 dias consecutivos de muita pedalada, subida de montanhas e paisagens bonitas, sem me descuidar com atenções básicas que precisamos ter como: alimentação saudável, postura corporal, aquecimento e alongamentos.

Algumas atitudes na vida já viraram rotina para mim e não mais são chatas ou constrangedoras, para mim são sinônimo de bem estar e vida saudável. São hábitos em minha vida que eu passei a gostar e sentir necessidade de fazer.

Tudo começa pela motivação em fazer e vira um hábito constante e prazeroso.

Planejamento nas Férias

HélioFilhoAltoDaSantinhaCaparaóMG

Alto da Santinha na região do Caparaó-MG

Vou, como todos, me esquecer da minha rotina profissional. Dormir mais que o normal, comer um pouco mais que o normal também, mas jamais vou deixar de fazer tudo aquilo que me enche de vida e revigora diariamente.

Para onde quer que eu vá nessas férias, vou levar minha bicicleta para fazer alguns pedais. Não vou deixar de curtir minha família, mas não vou me relaxar também.

Meus treinamentos esportivos e musculação funcional não serão esquecidos. Vou chegar na cidade em que vou passar alguns dias e procurar uma academia para fazer ao menos o básico, uma vez que não terei o acompanhamento do meu educador físico.

HélioFilhoMontanhasDeMG

As belas montanhas de Minas Gerais

Minha alimentação sairá um pouco do padrão, mas com responsabilidade e cuidado. Enfim, estando na casa de outras pessoas, por mais que sejam pais e sogros, é difícil manter a alimentação tão controlada quanto eu tenho, mas não vou esbanjar.

Vou continuar tomando meus vinhos, afinal eu gosto muito e faz muito bem e evitando ao máximo as cervejas devido à fermentação e grande concentração de amido.

A postura corporal é algo que tento não me descuidar, portanto não há o que dizer sobre ela. O planejamento é manter o corpo firme e forte.

O que mais preciso e busco nessas férias é sossego e paz.

Enfim, que venham as férias com curtição e muitas alegrias! Seja bem-vinda férias!

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

 

Publicado em Férias

Pressão Cotidiana

Os números sobre a depressão no Brasil e no mundo são alarmantes, segundo informações a depressão atinge 322 milhões de pessoas no mundo. Um crescimento de 18% desde 2005 segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) que também informa que a depressão será a doença mais incapacitante do mundo até 2020.

A depressão é mais uma das doenças crônica de difíceis diagnóstico e tratamento. É uma doença que tem sintomas psíquicos e físicos que interferem diretamente na produtividade. Com isso a pessoa acaba se sentindo menos inteligente por ter menos produtividade e pode acaber se cobrando ainda mais por tudo.

Pressões Diárias

depression-2006206_960_720Receber o diagnóstico de uma doença crônica é com toda razão motivo de desespero. Durante um bom tempo passa-se por um período de negação, ou seja, não querer que aquilo esteja acontecendo consigo e esse período pode ser seguido por um início de depressão que é outro mal terrível.

Alinhar o diagnóstico com as rotinas diárias é realmente um trabalho muito árduo e que em muitos casos necessita de apoio profissional e, principalmente, familiar.

A rotina, dita normal, já é uma situação difícil de administrar. As cobranças pessoais, familiares e profissionais exigem muito das pessoas no dia a dia e a inclusão de uma doença crônica pode ser um estopim para muitas pessoas se desesperarem.

Em muitos casos é necessário a inclusão de remédios para auxiliarem na organização das ideias, ou seja, o famoso “colocar a cabeça no lugar”, para em seguida realizar uma organização da rotina e acreditar na nova vida.

Pressões Profissionais

angry-33059_960_720Atualmente somos cobrados diariamente por metas, muitas às vezes parecem que são impossíveis, mas nos são impostas como forma de colaborar com o crescimento da companhia em que se trabalha ou no seu próprio negócio. Há pressões internas e externas que nos afetam positiva ou negativamente, temos que saber lidar com cada uma delas.

Todos os dias somos cobrados por resultados, por metas, etc. já temos pressões próprias que nos motivam ou desmotivam e algumas situações profissionais podem prejudicar ainda mais a vida de quem tem uma doença crônica.

Pressões Pessoais

cry-1675277_960_720A vida adulta é repleta de cobranças próprias ou de terceiros. Se você é solteiro, tem que namorar; se namora, tem que casar; se está casado, deve ter filhos; e assim com diversas outras situações.

Viver um pouco fora desse padrão de felicidade da sociedade é um pouco difícil, pois sempre vão te cobrar por ser feliz e a visão de felicidade dessas cobranças são voltadas para o ciclo Trabalho-Casa-Trabalho (ciclo do sucesso). Esse ciclo vicioso leva à pessoas frustradas por não conseguirem ser “alguém” na vida.

Desde muito novo sempre fui cobrado pelo padrão de sucesso da classe média brasileira, ou seja, ser alguém e para ser é preciso ter. Atualmente não concordo com isso mais, mas olhando à minha volta é normal ver pessoas que tem um bom carro, mas tem que trocar de carro para dar satisfação à sociedade; tem um bom apartamento, mas tem que comprar outro maior para mostrar à sociedade e assim com vários outros itens de satisfação à sociedade. Um grande exemplo disso são os smartphones, todo dia um desejo diferente.

Pressão por receber um diagnóstico de doença crônica

Uma tarefa mais árdua que as duas anteriores é ser feliz tendo um diagnóstico de uma doença crônica. Muitas pessoas simplesmente negam a existência da doença e não se tratam; outras entram em desespero e com o acúmulo de pressões acabam entrando em depressão que é o mal do século.

Algumas pessoas, entretanto, aproveitam dessa dificuldade para ver a vida sob uma nova ótica, na qual o ser é mais importante que o ter e a vida é valorizada. Eu agradeço pela oportunidade que tive de conhecer várias dessas pessoas e perceber que muitas delas estão ao nosso lado diariamente e jamais imaginamos.

Viver Bem e Feliz

freedom-307791_960_720

Liberdade e felicidade

Nesses quase 2 anos de diagnóstico de Espondilite Anquilosante, conhecendo pessoas impressionantes portadora de doenças crônicas diversas e mais de doze anos acompanhando minha irmã que possui insuficiência renal, aprendi que viver a vida intensamente e ser feliz é algo que deveríamos buscar sempre.

Essas pressões cotidianas são e sempre serão parte da nossa vida e precisamos aprender à conviver com elas da melhor forma possível. Precisamos encontrar uma válvula de escape para conseguirmos extravasar e jogar fora as energias negativas que por ventura ficam conosco.

HelioFilhoFeliz

Eu encontrei a felicidade na simplicidade

Eu encontrei no ciclismo essa válvula de escape e uma oportunidade de conhecer pessoas interessantes e lugares incríveis. A bike me ensinou à ter paciência e curtir o caminho sem me preocupar com o destino, antes eu ficava louco para chegar logo, atualmente eu vivo e aproveito o caminho.

Com esse aprendizado passei a ver a cidade de uma forma diferenciada e com isso conhecer uma Belo Horizonte que jamais tive a oportunidade de ver enquanto motorista. Minhas viagens de carro passaram a ser mais proveitosas e divertidas. Se vejo um lugar bonito eu simplesmente vou até ele para o conhecer. A vida se tornou mais simples.

O ciclismo me ensinou, por fim, que a vida é um eterno ciclo de oportunidades. Assim como no ciclismo se em um dia eu não consegui transpor um desafio terei outra oportunidade em outro dia. Basta não desistir de tentar e acreditar que é possível conseguir.

Quantas vezes no ciclismo eu passei aperto, dificuldades e não consegui subir um morro? Não sei responder à isso, mas eu sei que sempre que isso ocorria eu falava para mim mesmo: “Hoje não deu, mas eu ainda vou conseguir transpor esse desafio” e tento várias vezes até consegui. Assim é a vida! Se hoje não deu, amanhã você terá outra oportunidade de tentar se realizar.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Fonte:

http://www.otempo.com.br/capa/economia/depress%C3%A3o-tira-da-economia-global-us-1-trilh%C3%A3o-por-ano-1.1489629

Publicado em Psicológico

Postura Corporal

entrepreneur-696966_960_720

Trabalhar sentado pode ser muito perigoso

Existem pequenas atitudes do cotidiano que podem fazer muita diferença em nossa vida. Na semana do dia 18 de junho até o dia 22 de junho, eu trabalhei fora da minha estação de trabalho, onde normalmente fico numa postura muito correta para trabalhar, em uma sala de reuniões com notebook na mesa, o que força a uma postura incorreta.

Trabalhar um dia dessa forma é uma coisa, mas após o terceiro dia consecutivo comecei a sentir dores nas costas e na região lombar que me prejudicaram, inclusive, à dormir.

Uma correta postura corporal é fundamental para evitar pequenas dores e incômodos durante o dia e a noite.

Postura Corporal

girl-2398822_960_720

Postura correta enquanto criança

Postura é um termo usado para descrever uma posição do corpo ou os arranjos de partes do corpo em relação ao outro.

Manter uma postura correta é uma proteção do organismo contra lesões ou deformidades. Pensando em pacientes de Espondilite Anquilosante que por natureza já possui uma maior probabilidade à deformidades na coluna, a preocupação com a postura corporal deve ser uma motivação diária e a correção da postura um hábito de vida. A boa postura evita a fadiga e dores corporais.

Como a EA é um deformador “natural” da coluna é recomendado ao paciente que tome muito cuidado com a postura corporal, pois essa é grande aliada para a saúde da coluna.

Manter uma postura corporal correta melhora a qualidade de vida, pois diminui a ocorrência de dores nas costas, aumenta a autoestima e ainda diminui o volume da barriga porque reposiciona a gordura localizada. A boa postura pode prevenir e tratar problemas de saúde crônicas e dolorosas, como:

  • Problemas de coluna como “corcunda”, escoliose e hérnia de disco
  • Redução da capacidade respiratória

Trabalhar Sentado

computer-15812_960_720

A vida moderna nos proporciona posturas incorretas

Trabalhar sentado, para mim, é um veneno, pois geralmente percebo que estou em uma postura indevida. Forçando um lado ou outro do corpo, com o pés cruzados, ou meio que deitado sobre a cadeira. Isso força muito a coluna e os músculos das costas que ao final do dia estão estressados e com o acúmulo de pressão provocam dores.

Para minimizar os impactos de trabalhar sentado, eu coloquei em minha rotina diária atitudes como levantar-me a cada hora para colocar o corpo em movimento. Uso como pretexto para isso ir tomar água, ir ao banheiro, ou seja, qualquer motivo é razão para não ficar sentado mais de uma hora direto.

Esse é um tema que sempre converso com o meu fisioterapeuta/educador físico. Para aguentar esses estresses diários, sempre faço muito fortalecimento das partes que são mais exigidas por essa prática. Relato para os mesmos focos de dores e/ou incômodos para que algumas atividades sejam adicionadas e, consequentemente, as dores aliviadas.

A prática de atividade física com fortalecimento muscular ajuda na melhoria da postura corporal, uma vez que músculos mais fortes, automaticamente, seguram o corpo na posição mais adequada às situações em que estão sujeitas.

Outro hábito que inseri no meu cotidiano, por motivação de alívio de dores, foi o constante espreguiçamento ou alongamento. Várias vezes ao dia eu me alongo na minha posição de trabalho e me espreguiço. Isso é muito bom, chega os ossos no lugar correto e dá um alívio.

Dicas de Postura

No trabalho, apoie a região lombar na cadeira que deve estar à uma altura que possibilite a flexão em 90º do quadril e do joelho, os antebraços apoiados na cadeira ou na mesa. Jamais escorregue para baixo na cadeira.

Em casa, manter a região lombar encostada na cadeira, sem escorregar para baixo ou deitar para ver televisão.

Atualmente a utilização de Smartphone é uma constante na vida de todos nós, portanto é bom manter uma postura correta para esse vício, ou seja, mantenha o aparelho na linha dos olhos o tempo todo para evitar foçar a coluna e os ombros para frente.

black-2383778_960_720

Consciência corporal

Se possível, inclua a prática de yoga, pilates ou RPG na rotina diária, uma vez que essas práticas fornecem maior consciência corporal, além de serem repletos de poses que trazem mais alongamentos, flexibilidade e relaxamento. Tudo que nós portadores de EA precisamos!

Faça pausas ao ficar muito tempo sentado.

Tanto a boa postura quanto a má postura são hábitos e podem ser mudados. Normalmente alteramos de uma boa postura para má postura na adolescência. Isso é facilmente percebível ao vermos crianças sentadas. Naturalmente elas mantem a coluna ereta. Ao olharmos os adolescentes, percebemos que a postura já muda e então voltamos a nos preocupar com a postura somente quando da ocorrência de uma doença ou dores nas costas.

Perceba-se e mude, sua coluna agradecerá.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Fonte:
https://www.tuasaude.com/postura-correta-melhora-a-qualidade-de-vida/
7 cuidados da rotina que melhoram a postura corporal

Publicado em Recomendações

Reaja Apropriadamente

Ler é um dos meus passa-tempos favoritos. Atualmente até leio pouco, mas tento fazer leituras que acrescentem valores em minha vida. Não leio jornais, pois com o dizia o saudoso Raul Seixas “Mentir Sozinho Eu Sou Capaz”, nem revistas e muito menos textões de redes sociais.

Prefiro leituras de pessoas que tenham auto-estima elevada ou que demonstrem superações de vida. No meio das doenças crônicas existem diversos escritores nos quais me inspiro. Aqueles que, mesmo portando uma doença crônica, privilegiam a vida mais que tudo, pessoas que tem muita vontade de viver e demonstram essa vontade em suas palavras.

Procurando por boas leituras há tempos atras, me deparei com o livro de um escritor americano chamado Stephen Covey de título “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” que me interessou muito.

Somos o que repetidamente fazemos ( Aristóteles)

stock-photo-old-habits-new-habits-blackboard-with-text-and-icon-405986002

Deixe o que te faz mal no passado

Tenho ouvido e lido muito sobre Motivação e Hábito e é incrível o quanto realmente as coisas fazem sentido quando paramos para analisar e não apenas reclamamos.

Realmente somos aquilo que queremos ser ou aquilo pelo qual nos moldamos.

A Espondilite Anquilosante me motivou a sair de um ciclo vicioso que eu vivia, onde eu sempre reclamava de tudo que me acontecia, buscando culpar alguém ou alguma situação por tudo aquilo que eu era acometido.

O primeiro puxão de orelhas que eu recebi da vida, para eu entender que o culpado de tudo que acontecia comigo era eu mesmo foi o livro Nosso Lar que é um dos livros psicografado por Chico Xavier.

Após ler esse livro decidi mudar um pouco minha vida, pois o que eu estava fazendo comigo mesmo era um suicídio. Forte a palavra, mas é assim que é tratada a situação que eu vivia naquela fase de minha vida nesse livro.

Não foi fácil mudar radicalmente minha vida, mas era muito necessário que o fizesse e, então, busquei alternativas de vida e não de morte.

A motivação me tirou desse ciclo e o hábito fez com que as coisas que eram difíceis de serem realizadas se tornassem comuns e prazerosas.

Eu era uma pessoa que trabalhava em 2 empregos todos os dias incluindo os sábados. Minha rotina era apenas de trabalho e nada mais. Trabalhava de 8 da manhã até 22:30 de segunda à sexta-feira e aos sábados de 7 da manhã até as 19 ou 20 horas. Eu estava acabando comigo mesmo.

Nesse período, tive crises de estresse e depressão, engordei muito e meus níveis de exames laboratoriais e clínicos eram lastimáveis, afinal não tinha tempo para práticas saudáveis de alimentação e muito menos de esportes. Vivia para o trabalho!

Ler é uma viagem sem igual!

Após esse primeiro puxão de orelhas eu comecei a procurar novos meios para mudar o foco da minha vida.

Ainda buscando encontrar alguém que fosse culpado por tudo que eu vivia, eis que encontro o livro “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” e com ele descubro o verdadeiro culpado por tudo: EU!

Ainda não terminei de ler esse livro, mas já sei que somente eu mesmo posso mudar qualquer coisa em minha e é agora. Não é amanhã e nem mês que vem, é agora!

Minhas Ações me moldam

AntesDoDiangostico

A gordura era efeito das prioridades que eu tinha

Percebi, após esses dois puxões de orelhas que somos aquilo que nos moldamos à ser.

Nosso cérebro é uma máquina muito poderosa. Se eu me exponho negativamente, serei uma pessoa moldada de forma negativa. Contrariamente, se eu me condiciono de forma positiva, serei uma pessoa mais fortalecida, mais eficiente e melhor.
Por isso, tento incansavelmente deixar as negatividades fora do meu cotidiano. Há coisas que não podemos mudar e/ou evitar, mas muitas outras vão depender de como eu enfrentarei as situações inevitáveis.

Respirar fundo para oxigenar o cérebro em situações hostis é a melhor alternativa para se tomar boas decisões. É aquela velha história de contar até 10. Pasmem, com o hábito isso funciona perfeitamente.

Uma vez que “Eu Sou Reflexo dos meus próprios hábitos“, ser vencedor ou perdedor é apenas uma escolha pessoal.

Ao acordar pela manhã, eu tenho 2 opções: “Ser Feliz ou Reclamar” que o dia está quente/frio/chato! Vou, diariamente, optar pela primeira escolha, ou seja, ser feliz. Afinal fui contemplado com mais um dia de vida e um único dia em que posso mudar minha vida.

Tudo bem que eu tenho uma doença crônica que me causa dores, mas reclamar e ficar frustrado na cama não vai as aliviar. Portanto, vou começar o dia com alguns minutos me espreguiçando e me esticando pela cama; um banho reconfortante; um café da manhã nutritivo e saudável e diversas outras formas  de vida. Reclamar não é uma alternativa viável para mim!

Negatividade atrai negatividade. Tire isso de sua vida!

Princípio 90/10 de Stephen Covey

Não é algo fácil de se introduzir na vida, mas com certeza faz uma grande diferença para quem o conseguir.

Segundo Stephen Covey, os 10% da vida estão relacionados com o que se passa em nossa vida, os outros 90% da vida estão relacionados com a forma pela qual reagiremos ao que se passa conosco. Ou seja, não temos controle sobre 10% das coisas que nos acontece, mas somos nós quem determinaremos o que nos seguirá nos outras 90% das situações.

Não podemos evitar que um chuveiro queime no meio de um banho quente, ou que um voo se atrase, ou que um semáforo fique vermelho, mas nossa reação à esses fatos será determinante para o que acontecerá em seguida.

Nossa reação é responsável por sermos ou não felizes daí em diante. Como? Vamos ao exemplo dado por Stephen Covey.

Exemplo: Você está tomando o café da manhã com sua família. Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho. Você não tem controle sobre isso, ou seja, a xícara cair faz parte das 10% das coisas que acontecem e não temos como controlar. O que acontecerá à seguir será determinado, única e exclusivamente, por nossa reação.

Reação 1: Irritação. Há uma severa repreensão da filha que começa a chorar. Há na severa censura à esposa por ter colocado a xícara de café muito na beirada da mesa e tem prosseguimento uma batalha verbal. Contrariado e resmungando, você vai trocar a camisa.

Ao voltar, você encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola. Sua esposa vai para o trabalho, também contrariada.

Você tem que levar sua filha, de carro, pra escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 minutos de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem se despedir de você.

Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu sua maleta. Seu dia começou mal e parece que ficará pior. Você fica ansioso para o dia acabar e quando chega em casa, sua esposa e filha estão de cara fechada, em silêncio e frias com você. Por causa de sua reação ao acontecido pela manhã.

Reação 2: Situação Controlada. O café cai na sua camisa. Sua filha começa a chorar. Você diz à ela, gentilmente: “está tudo bem, querida, você só precisa ter mais cuidado”

Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva, você volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus. Dá um sorriso e ela retribui, dando adeus com as mãos

Conclusão

AcrediteEmVoce

Acredite! Se você quer realmente, tudo é possível.

Nossa reação será determinante para termos ou não um bom dia. Tudo que acontecerá, após uma situação não controlável, será em decorrência de como reagiremos à esse fato.

 

No exemplo dado, temos a mesma situação terminando de modos muito diferentes e simplesmente por ter-se reagido de uma forma controlada com a ocorrência de um fato incontrolável, a queda da xícara de café.

Tonar o Princípio 90/10 um hábito em nossa vida nos proporcionará grandes oportunidades de viver dias melhores. Afinal, já vivemos muitas situações inapropriadas que nos causam transtornos como uma fechada no trânsito, um pisão no pé machucado, um esperto furando fila, um veículo estacionado em local proibido e que nos fará perder tempo, uma crise severa da EA, etc.

Ao optarmos pela melhor reação, teremos como benefícios menos estresses, dias melhores, evitar pressão alta, evitar entrar em paranoia, entre outros constrangimentos.

Portanto, o único responsável por eu ter um bom dia, sou eu mesmo. Tenho que aprender à reagir com os fatos incontroláveis para viver melhor.

Acredite sempre em você. A única pessoa capaz de fazer qualquer coisa em sua vida é você mesmo, jamais deixe que as opiniões alheia te afetem. Levante, mude, faça a diferença para você.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Recomendações

Espreguiçar é um Hábito Saudável

Os animais são ótimo professores para nós seremos humanos. Há algum tempo que eu gosto de observar os animais e uma coisa que me chama muito atenção é o despertar de um felino. Um gato de fazenda que me fez observar isso e me chamou muito a atenção.

Durante algum tempo, eu fiquei observando esse felino dormindo tranquilamente enquanto a vida seguia ao seu entorno. Após um certo tempo esse gato acordou e começou uma série de espreguiçamentos. Algo até interessante, pois o mesmo se esticava totalmente. Após esse período, ele saiu para a vida normalmente.

Passei a fazer muito isso após um certo tempo de repouso ou mesmo após dormir e percebi que me sentia mais confortável para sair da cama, sofá ou onde quer que seja.

Por que Espreguiçar é bom?

siamese-cat-73394_1920

Espreguiçar ajuda a reposicionar o corpo

Quem não acorda com preguiça de levantar da cama? Tenho certeza que muitos, assim como eu, adoram os 5 ou 10 minutinhos à mais no despertador. Mas eu acabei mudando um pouco minha rotina quanto à esses minutinhos. Atualmente, eu os utilizo para espreguiçar e me esticar todo, assim como aprendi com o felino lá na roça.

Com isso, resolvi fazer algumas pesquisas sobre o tema e encontrei, nada cientificamente comprovado contudo, alguns motivos para continuar com esse hábito tão bom e saudável. Isso mesmo, espreguiçar faz bem à saúde.
Um benefício que esse hábito nos provê é despertar o cérebro: Os músculos se esticam, a circulação sanguínea é ativada e comunica ao cérebro que o relaxamento acabou, ou seja, diz ao cérebro “acorda pra vida!”.
lazing-around-92993_1920

Dormir nos coloca em posições que não policiamos

Para nós “Espondilíacos” o hábito de espreguiçar traz um benefício muito interessante, uma vez que esse ato diário é uma boa maneira de lubrificar e manter as articulações em ordem e preservar a flexibilidade do corpo, com isso, ou seja, o hábito diário de se espreguiçar diminui as dores de cabeça e do corpo, além de reduzir os riscos de lesões.

O ato de espreguiçar libera no organismo duas substâncias muito importante, a endorfina e a serotonina. A primeira é causadora do bem estar e a segunda ativa a memória e a disposição corporal.
Portanto, o ato de espreguiçar é capaz de nos ajudar de várias formas e a união dessas ajudas e muita coisa que queremos e que evita muitas coisas que precisamos. Sendo assim, o simples fato de investirmos 5 minutos da nossa manhã para nos espreguiçarmos nos ajuda com as articulações, nos faz mais felizes, trazendo bom humor e sensação de prazer para enfrentarmos as dores e dificuldades diárias.

Benefícios de Espreguiçar

  1. Acordar o cérebro: a circulação sanguínea avisa ao cérebro que é hora de agitar: “Vamos para a vida, chega de repouso!”
  2. Sensação de prazer: a liberação de endorfinas no organismo gera a sensação de bem estar
  3. Ativar a memória: a circulação sanguínea carrega pelo organismo outra substância liberada no ato de espreguiçar que ajuda a ativar a memória e dar mais disposição ao corpo, essa substância é a serotonina.
  4. Inibe dores de cabeça: algumas dores de cabeça são causadas pela tensão muscular e espreguiçar relaxam os músculos e esses, por sua vez, enviam informações ao cérebro para que ele também relaxe, afastando a dor de cabeça.
  5. Lubrifica as articulações: para nós isso é um benefício gigante. Alongando os músculos ajuda na preservação do líquido sinovial que auxilia na lubrificação das articulações, mantendo o bom funcionamento delas.
  6. Deixa o corpo jovem: espreguiçar é uma forma de alongamento que ajuda a preservar a flexibilidade. À partir da adolescência começamos a perder nossa flexibilidade, com a EA isso se agrava e querendo ou não o ato de espreguiçar ajuda a manter a flexibilidade corporal tão importante para nós.
  7. Reduz riscos de lesões: flexibilidade, aquecimento corporal e alongamento são importantes para quem pratica esporte e o ato de espreguiçar gera esses itens. Nós que temos Espondilite Anquilosante somos “esportistas” diariamente e por isso precisamos sempre de ter o corpo em harmonia. É importante nos alongar sempre que formos submetidos à repouso.

Comece a espreguiçar agora mesmo

cat-1009284_1920

Espreguiçar é um ato gostoso e saudável

Espreguiçar me ajudar a alongar as costas, alivia algumas dores por ficar muito tempo sentado e gera um conforto muito bom.

Por experiência própria, meu amigo leitor e espondiloamigo, espreguiçar faz muito bem e gera uma sensação de alívio revigorante.
Sou agradecido por ter “perdido” tempo olhando aquele felino lá na roça e aprendido com ele a investir alguns minutos, de 5 a 10, ao sair do repouso me espreguiçando.
Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!
Fontes:

Particularmente, eu me espreguiço ao acordar, ao sair do ônibus, ao me levantar da cadeira no trabalho e antes de dormir. Acho muito bom e gostoso espreguiçar.

Publicado em Atos Saudáveis

Explicar a Espondilite de Forma Cômica

Espondilite Anquilosante: Uma forma bem humorada de explicar para leigos

EntrevistaAndrePalmaEA

Entrevista com André Pala

“Explicando a Espondilite Anquilosante, resumidamente, para quem está com preguiça de consultar o Doutor Google ou consultar o Wikipédia ou ir à uma consulta com um reumatologista que leva 3 minutos”. Essa foi a forma com a qual o texto do André Palma chamou minha atenção.

Confesso que ri muito e solicitei ao mesmo a permissão para traspor aqui para o Blog essa forma hilária de explicar a EA para leigos.

Obrigado André Palma por ceder o texto muito humorado para o blog Eu Enfrento a Espondilite. Tomei a liberdade de transpor em forma de entrevista.

Eu Enfrento a Espondilite: Oi André, o que é a Espondilite Anquilosante?

André Palma: Espondilite Anquilosante é uma porcaria de uma doença, auto-imune, onde a porcaria do sistema imunológico fica doidão e começa a atacar os próprios órgãos parceiros do corpo. [risos….]

Eu Enfrento a Espondilite: Como surge a doença?

André Palma: Reza a lenda que seja por culpa de um gene “hbnãoseioque” [HLA-B27] que enlouquece e fica com mania de perseguição. Por isso, manda os leucócitos (soldadinhos do sangue) [risos…] atacarem as articulações e alguns tecidos. Isso não é uma unanimidade, porque não é todo mundo que tem esse gene maníaco e mesmo assim desenvolve a doença.

Eu Enfrento a Espondilite: Quais são os primeiros sintomas da Espondilite Anquilosante?

ColunaDeBambuEA

Não ignore dores nas costas

André Palma: Os primeiros sintomas são muito variáveis de índio para índio, mas no geral começam com inflamações na região sacroilíaca, sambiqueira para os íntimos [risos…], que pode irradiar para as coxas e, principalmente, para as nádegas (vulgo, bunda). Em alguns desafortunados, manifesta-se como inflamações nos olhos, parece que o cabra está “noiado” na droga, mas é a tal da Uveíte que dói horrores e pode deixar caolho, ou seja, o bagulho é sério.

Outra forma de manifestação é com as entesites que são inflamações no ponto onde o tendão se cola no osso, aí geralmente o sinistro é no calcanhar.

Os sintomas são muito variados, mas geralmente é uma doença do esqueleto axial, ou seja, coluna, quadril, ombros (ossos de tutano).

Eu Enfrento a Espondilite: De onde vem esse nome tão estranho?

André PalmaEspondilite vem de coluna e Anquilosante é originário de anquilose, união…. quer dizer que deixa a doença “à lá vontê” para soldar as vértebras da coluna e o indivíduo ficará durinho, durinho, ou qualquer outra articulação atingida….. mas isso é só em casos mais graves

Eu Enfrento a Espondilite: Há tratamento para a doença?

TratamentoEA

Existem diversos tratamentos para conter a EA

André Palma: Olha indiada dolorida, o que não falta são tratamentos, tem de tudo, desde fisioterapia (que no meu caso deixou mais dolorido) até virar um porco-espinho de tanta agulhada. Mas o que mais se usam são os remédios, na grande  maioria anti-inflamatórios, analgésicos, imunossupressores, modificadores da doença e os biológicos, esses os mais chiques.

Você vai ficar mais pobre, mas o importante é que há tratamento e se você fizer tudo certinho, com um pouquinho de sorte, vai ficar tudo bem.

Eu Enfrento a Espondilite: Muito obrigado, André.

Nomenclaturas

HLA-B27: é um marcador genético que é detectado no exame de sangue. Ele está presente em 7 a 10% de toda população, mas nem todo mundo vai desenvolver a doença. Contudo, o HLA-B27 positivo não é a constatação da Espondilite Anquilosante.

Uveíte: é uma inflamação da parte dos olhos que acomete o trato uveal que é composto por: íris, corpo ciliar e coroide. Quando ocorre o acometimento inflamatório de uma destas estruturas ou o conjunto das mesmas, denomina-se uveíte.

Entesite: é um processo inflamatório da entese que é o nome dado ao local de ligação do músculo, tendão ou ligamento ao osso, ou seja, são os pontos de inserção.

Noiado: pessoa que está drogada. O termo é uma derivação de paranoia que consistem em problemas psíquicos que formam um delírio sistematizado. Já a palavra noiado se relaciona a quem sofre desses delírios, porém, neste caso, as alucinações acontecem pelo uso de entorpecentes.

No caso, em específico, o termo foi utilizado pela vermelhidão característica de pessoas que fumam alguns tipos de drogas, como a cannabis por exemplo.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Fontes:

http://hob.med.br/o-que-e-uveite/

http://www.cidmed.com.br/news-espondilite-anquilosante.php

http://www.especialista24.com/entesite/

Publicado em EA

Mês da Conscientização sobre a Espondilite Anquilosante – Parte 5

A Espondilite Anquilosante é uma doença inflamatória crônica, portanto sem cura que afeta o esqueleto axial provocando dores lombares, na coluna vertebral, articulações e comprometimentos funcionais.

Em decorrência das dores, as pessoas acometidas pela EA reduzem a prática de atividade física e, consequentemente, a mobilidade espinhal levando à fadiga e rigidez.

Tratamento da Espondilite Anquilosante

mental-health-2211184_960_720

Terapia Farmacológica

As terapias para tratamento de EA envolvem a combinação de tratamentos farmacológicos e não farmacológicos, porém esse último muitas vezes são abandonados pelos pacientes. Uma vez que envolvem atividades físicas e as dores provocam falta de motivação para essa prática.

Atividade física para muitos é muito desestimulante, porém para quem é acometido de dores pode ser uma tarefa muito árdua. Árdua, mas muito útil para quem tem EA.

As atividades físicas para pacientes de EA devem ter por objetivo aliviar as dores, aumentar a mobilidade da coluna vertebral e da capacidade funcional, reduzir a rigidez matinal, corrigir deformidades posturais, aumentar a mobilidade e melhorar o estado psicológico dos pacientes. De quebra, até emagrecer e se sentir melhor consigo mesmo.

Portanto, o tratamento para EA deve englobar o uso de medicamentos, fisioterapia, correção postural e exercício adaptados especificamente a cada paciente. Não há uma receita única, cada paciente é um caso único a ser estudado e trabalhado individualmente.

Exercícios Indicados para Espondilite Anquilosante

Como dito anteriormente, cada paciente é um caso único e individual. Sendo assim, deve ser tratado como tal.

A única verdade válida pra todos pacientes de EA sem exceção é: manter o corpo em movimento.

Exercícios Aeróbicos

swimming-1529256_960_720

Natação é um ótimo exercício

A prática regular de exercícios aeróbicos são de extrema importância para a saúde geral dos portadores de EA, pois melhora o condicionamento cardiovascular.

Existe uma gama muito grande de exercícios aeróbicos, mas muitos não são indicados para os portadores de EA devido ao impacto por eles causados. De forma geral, a natação e a caminhada são muito recomendados.

Pilates

pilates-1950971_960_720

Alongamento e Flexibilidade

Nas técnicas de Pilates são utilizados exercícios de ganho de flexibilidade, indicados para as cadeias musculares encurtadas que, por consequência, apresentem articulações travadas ou bloqueadas.

O foco no fortalecimento de grupos musculares extensores, com treinamento de resistência muscular é uma das opções de tratamento a ser seguida. Músculos posteriores fortes diminuem a pressão na coluna vertebral.

Os exercícios de expansão torácica podem aumentar a capacidade funcional do paciente com Espondilite Anquilosante.

sport-1686064_960_720 (1)

Estabilização corporal

Trabalhar a estabilização da coluna vertebral é outro benefício que o Pilates pode proporcionar através do uso de exercícios com a bola suíça. Esse grupo de exercícios podem trazer benefícios como melhoria da capacidade funcional, aptidão física e equilíbrio.

Exercícios de alongamento de musculaturas flexoras, mobilidade de coluna e fortalecimento de musculatura extensora, bem como exercícios de expansão torácica serão de grande valia para que o paciente sinta os benefícios à curto prazo.

Conclusão

yoga-37262_960_720

Flexibilidade

Não há fórmula mágica para o tratamento de Espondilite Anquilosante, mas é sabido que manter o corpo em movimento é uma terapia muito benéfica. Quanto mais sedentário, maiores as probabilidades de consequências.

É de extrema importância o acompanhamento por profissionais capacitados para para atividade a ser desempenhada. A atividade física para nós é vista como um medicamento, portanto, como qualquer outro medicamento farmacológico só deve ser adotado com prescrição médica.

Converse com seu reumatologista e busque a orientação de um fisioterapeuta e/ou educador físico competente e comprometido com sua reabilitação.

Jamais treine com profissionais não capacitados. Um amigo que é aluno de academia, não é indicado para te orientar em atividades físicas. Sempre busque orientações profissionais.

Há duas palavras mágicas para a vida: Motivação e Hábito. A motivação nos levará a fazer algo e o Hábito tornará essa atividade prazerosa.

A minha motivação é não ser acometido pelas consequências da Espondilite Anquilosante e ela me levou à intensificar minhas práticas esportivas em um Estúdio Personalizado. Sim é mais caro que uma academia tradicional, mas o atendimento é individualizado e adequado à cada aluno.

HélioFilhoEquilíbrioConcentraçãoForça

Estabilização, força e equilíbrio

O hábito de realizar o treinamento funcional 3 vezes por semana levou à prática ser prazerosa. Ainda mais quando minhas roupas começaram a ficar largas, a postura corporal mais bonita, o abdômen mais definido, minha estrutura corporal mais forte e minha capacidade cardiovascular muito melhor que antes.

Para o próximo semestre, penso em fazer a funcional apenas 2 dias e incluir natação outros dois dias.

A prática regular de esporte nos deixa mais felizes.

Por fim, tive uma motivação que tornou o hábito esportivo muito prazeroso em minha vida. Espero que você, amigo leitor, também encontre sua motivação.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Fontes:

http://blogpilates.com.br/espondilite-anquilosante-tudo/

http://blogpilates.com.br/espondilite-anquilosante/

Publicado em Conscientização