Educação, Respeito e Trânsito

EuTeRespeito

Respeito à todos os modais

Vou aproveitar o calor do Dia Mundial Sem Carro para descrever sobre um assunto que creio seja um dos assuntos que mais me incomodam.

É muito difícil entender o que as pessoas são capazes de fazer estando como condutor de algum veículo, seja motorizado ou não.

No trânsito existe uma competição muito maluca, onde a vida é segundo plano. Matar alguém utilizando um veículo como arma é, incompreensivelmente, normal e desculpado à título de “acidente”.

Muitos assassinatos cruéis são noticiados e julgados como acidente de trânsito.

Dê a preferência para a vida

TransitoFeitoParaAsPessoas

Sempre são as pessoas e nunca as máquinas

A educação e respeito no trânsito evitará esse quadro tão lamentável de mortes que ocorrem diariamente nas rodovias e cidades brasileiras. Uma estatística alarmante e assustadora. Será que aqueles 10 segundos proporcionados ao avançar um sinal é mais importante que aquela vida que confiou e realizava a travessia?

Não vou nem entrar em questões de leis de trânsito, mas sabemos, desde crianças, que os maiores devem proteger os menores. Portanto, no trânsito os pedestres sempre serão prioridades, afinal dos agentes de trânsito eles são os mais frágeis e desprotegidos.

Pense mais ao avançar com um carro sobre um pedestre, imagine se fosse você ou alguém da sua família no lugar dessa pessoa. Mesmo que ela esteja errada, ainda assim deve-se dar a preferência para ela, pois ela é a parte frágil do trânsito.

Delitos considerados normais

RespeitoAsLeisDeTransito

Quem nunca errou que atire a primeira pedra

Apressar o pedestre em sua travessia não é algo muito legal à se fazer. Essa pessoa que faz a travessia, seja na faixa ou não, pode ser portadora de alguma dificuldade motora e a fazer correr acelerando o carro ou buzinando pode lhe trazer complicações ainda maiores.

Nessa mesma situação, um idoso ou uma pessoa hipertensa pode se assustar e passar mal, necessitando de apoios médicos naquele momento e até mesmo vindo ao óbito sem sair do local.

Estacionar o veículo em local proibido ou reservado para alguma necessidade especial é um delito cometido diariamente pelas pessoas e que também não está correto. Cometer esse delito pode acarretar em pessoas com mobilidade reduzida terem que percorrer uma distância maior ou até mesmo, em se tratando de BH, com algumas ladeiras que dificultariam o acesso.

Nossas cidades, em sua maioria, não possuem boa acessibilidade para pessoas especiais e, na situação relatada acima, dificultamos ainda mais a vida e acesso dessas pessoas.

Uma situação corriqueira e que atrapalha muito o trânsito, em BH, são os constantes fechamento de cruzamento por parte dos motoristas. Essa ação é muito danosa e complica muito o fluxo de veículos pela cidade. Fazendo isso, o motorista tira o direito de ir e vir de outras tantas pessoas.

Respeito mútuo

NoTransitoSomosTodosResponsaveis

Vamos respeitar

Muitas pessoas com doenças crônicas precisam se locomover por longas distâncias e com rapidez, muitas dessas adotam o carro como meio de transporte. Outras tantas, porém, utilizam formas alternativas de se locomoverem. Eu, por exemplo, utilizo a bike como meio de transporte e tenho um amigo que está em tratamento de estresse e passou a fazer trajetos curtos à pé, como forma de exercícios e relaxamento.

Conheço pessoas que passaram a fazer o trajeto casa-trabalho-casa à pé, algumas vezes na semana, após sofrerem um susto causado por estresse e sedentarismo.

Há uma priorização pelo transporte motorizado no Brasil, isso não é segredo para ninguém e em decorrência disso, temos uma população mais obesa, mais estressada e em uma constante competição por espaço nas vias urbanas que até assusta.

Existe um desenho da Disney, intitulado Senhor Volante, que exemplifica muito bem o que tento expressar por palavras.

Quando um motorista avança um sinal vermelho há alguém que perde o direito de fazer uma travessia com cuidado e segurança, essa pessoa pode ser um paciente crônico que perderá uma consulta médica por se atrasar.

Quando um motorista pára o carro sobre uma faixa de pedestre, várias pessoas perdem o direito de fazer uma travessia em segurança. Da mesma forma quando o ato de parar se dá sobre uma ciclofaixa.

Parar ou estacionar o veículo sobre uma ciclovia ou ciclofaixa tira o direito de ir e vir com segurança de um grupo de agentes de trânsito que vem crescendo muito, os ciclistas. Muitas pessoas passaram a utilizar a bike como meio de transporte seja devido à crise que vivemos  atualmente ou seja apenas como forma de atividade física. Algumas dessas pessoas podem ser pacientes de EA, por exemplo, lutando contra as dores causadas pelo sedentarismo e/ou as dores que acometem em repouso.

Parar ou estacionar o veículo em vagas demarcadas para deficientes e/ou idosos pode agravar a situação de muitas pessoas com mobilidade reduzida. E nesse ponto, vou trazer novamente para os casos de pacientes com EA que, dependendo do avanço da doença, são considerados como Pessoas com Mobilidade Reduzida e esse ato retira direitos dessas pessoas.

Existem excessos de todos os lados. Pedestres que atravessam foram da faixa, mas há locais que não há faixas para travessias. Ciclistas que avançam sinal e andam na contra-mão também estão errados e estão, conforme código de trânsito, sujeitos à multas.

A falta de bom senso não escolhe modalidade. Assim como existem maus motoristas, existem maus motociclistas, ciclistas e pedestres. Precisamos realmente é de educação e civilidade para todos.

Na minha humilde visão, as regras de trânsito deveriam ter uma cadeira obrigatória nos ensinos básico e fundamental.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Anúncios
Publicado em Conscientização

Educação, Respeito e Transporte Público

DiversidadeHumana

Viva a diversidade

Ser educado é saber respeitar as adversidades, os limites, a natureza, o ambiente em que se vive e, principalmente, a diversidade que preenche esse planeta.

É preciso entender que o que eu não quero pra mim eu não devo fazer para com os outros.

Essa semana, escolhi falar de um assunto onde é evidente a falta de respeito, educação e empatia: Transporte Público.

Transporte Público

RespeitoAosAssentosReservados

Não é proibido o uso, mas dê a prioridade quando necessário

A falta de respeito e educação no transporte público é notório e preocupante. Diariamente percebe-se pessoas sentadas em locais reservados para prioritários e várias pessoas idosas de pé nos ônibus.

Há alguns anos atrás tive que ficar com o braço esquerdo imobilizado durante 15 dias e posso contar nos dedos da mão esquerda do Lula quantas vezes me ofereceram o lugar no ônibus. Esse é apenas um exemplo.

Muitas vezes não precisa ceder o assento, apenas ofereça para carregar os pertences que a pessoa trás nas mãos ou nas costas. Isso já é um grande alívio.

A pessoa de pé ao seu lado pode ser um paciente com EA em dias de crises e com muitas dificuldades para carregar aqueles objetos ou mesmo ficar de pé.

Cordialidade

motorista

Seja gentil

O veículo de transporte urbano é sim uma máquina, mas a tripulação é composta por seres humanos com desejos e anseios como todos nós. Portanto, cumprimente! Isso não faz mal algum.

Ao ser cumprimentado, retribua. Isso gera a reciprocidade e empatia entre todas as partes.

Um bom exemplo de educação e respeito que já observei várias vezes e que sempre faço questão de parabenizar quando ocorre é ao entrar uma pessoa com mobilidade reduzida o motorista aguardar que essa pessoa se acomode de forma satisfatória para então dar partida no veículo.

Se todos os condutores fizessem isso, aos poucos as pessoas aprenderiam pela repetição e exemplo.

Parabéns à todos condutores que possuem essa preocupação e se você é condutor e não a possui, mude hoje mesmo sua postura e verá que a lei da reciprocidade fará diferença em sua vida.

Lembrem-se: um sorriso é capaz de transformar uma rosto carrancudo e um dia frio em várias portas abertas. Nunca é tarde para aprender a praticar a educação e respeito.

Eu acredito que o dia que a frieza tomar conta do ser humano será a prova cabal que a humanidade não deu certo. Cabe à nós não deixarmos que isso aconteça.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Conscientização

Educação e Respeito

NoFinalSomosTodosIguais

No final somos todos iguais

“Educação e respeito não fazem mal à ninguém e conservam os dentes”. Parece agressivo, mas é uma boa reflexão principalmente nos dias atuais em que essas duas características parecem ter pedido o sentido. Eu espero, com todas minhas forças, que não.

Educação e respeito são práticas de bom uso, ações que nos impedem de fazer ou dizer coisas desagradáveis à alguém e, ao contrário do que o senso comum, elas não vêm somente de berço e não dependem de classe social, posição, raça, cor ou gênero.  Essas práticas são de aprendizado constante e a sua aplicação nos ensina sempre mais é algo cíclico que quanto mais se aplica, mais se aprende e mais se recebe. Não que se faça esperando receber algo, mas é a lei da reciprocidade.

Educação, Respeito e a Espondilite Anquilosante

SejamosDoutoresDaAlegria

Todos nós podemos fazer a diferença para alguém diferente todo os dias.

O constrangimento é uma das diversas complicações que a EA nos acomete. Já li relatos de pessoas portadoras de EA que foram reprimidas por estarem em um local reservado para prioridades (assentos de ônibus, metrôs, etc.) ou em filas preferenciais. Mas como evitar isso uma vez que ninguém conhece a EA e as dores não podem ser “vistas” e/ou sentidas por outras pessoas? A resposta é simples: Educação.

Vivemos num país onde durante muitos anos se impera a “Lei de Gerson”, ou seja, tirar vantagens em tudo. Situações corriqueiras em nosso cotidiano vemos pessoas se beneficiando de alguma forma, simplesmente por que outros fazem e se tornou comum, mas onde ficam os temas de Respeito e Educação? Será que eu gostaria que alguém fizesse aquilo comigo? Precisamos mudar isso urgentemente.

Onde quero chegar com isso? Caso não fosse a “Lei de Gerson”, entenderíamos que uma pessoa sentada num assento reservado para prioridades realmente é um prioritário ou que uma pessoa em fila exclusiva é de direito daquela fila.

Ter EA ou conhecer pessoas que tenham EA ajuda à entender que muitas vezes pessoas com aparência “normal” podem sofrer de algum tipo de patologia que careça de um apoio para se locomover, que necessite ficar assentado em determinado lugar ou mesmo caminhar de vagar sem que esteja “andando displicentemente”. Em outras palavras, passamos à entender a pessoa e nos colocamos em seu lugar. O nome disso é empatia.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Conscientização

O Que é Remissão?

Essa semana, fui questionado algumas vezes o motivo pelo qual eu não sinto dores e não sinto as consequências da EA.

Resolvi fazer uma pequena pesquisa sobre remissão e atividade de doenças crônicas e infectuosas.

Lembrando que eu sempre respondo por e-mail também:  euenfrentoaespondilite@gmail.com

Remissão

silhouette-2421930_960_720

A vida é uma festa contínua

A remissão é um termo utilizado na medicina para designar a fase da doença em que não há sinais de atividade dela, mas não é possível concluir a cura.

O termo é utilizado principalmente em relação a câncer, doenças autoimunes e infectologia, onde a ausência de sinais da doença não significa cura completa e tem risco de um novo período de atividade.

Para cada doença, dependendo de suas características, há um tempo determinado de ausência de sinais detectáveis em exames clínicos, laboratoriais e de imagem para o diagnóstico da fase de remissão.

Período de Remissão

Esse é o período sonhado e esperado por todo portador de doença crônica. Ele acontece quando existe uma redução acentuada no seu grau de evolução. Apesar da redução ou até mesmo regressão da evolução, não se pode, contudo, que a doença está completamente curada. Muitas, como a EA, ainda não tem cura e sim tratamentos que podem levar à remissão.

Remissão Completa é o termo utilizado na medicina para designar a fase da doença em que não há sinais da sua existência, mas não se pode concluir como cura.

Por que não sinto dores?

silhouette-2421931_960_720

Alegria é a melhor energia para a vida

Não há como explicar ou responder certamente e com precisão por que isso acontece, mas tenho algumas suposições, como:

  • Talvez eu esteja numa fase de remissão, ou mesmo, não tenho a doença ativa. Tenho perfurações no quadril e coluna que são provenientes de algum período de atividade da EA, porém não tenho sinais de atividades recentes.
  • Outro ponto de possível explicação para tal é que a EA ataca mais em repouso e como eu tenho vida muito ativa, tanto em relação ao esporte quanto profissionalmente, não dá tempo para a EA atacar.
  • Faço um acompanhamento nutricional com uma profissional que sempre me dá dicas de alimentação balanceada e pensada no caso específico para a possibilidade de inflação que sou propenso.
  • Postura corporal é outra coisa que eu me preocupo e policio muito. Como trabalho muito sentado, me posiciono da melhor forma possível.
    • Sentar corretamente é algo que eu me preocupo
    • Ficar de pé numa postura ereta também é fundamental
    • Cuidado ao utilizar o smartphone
    • Evitar sobrecargas na coluna
    • Deitar em uma posição cômoda e confortável que não deixe a coluna sobrecarregada

Desde que fui diagnosticado com EA que me preocupo muito com algumas questões que antes passavam despercebidas. Situações simples do cotidiano que fazem toda diferença para quem precisa proteger a coluna.

O que eu mais me preocupo desde o diagnóstico é manter o meu período de remissão e pra isso mudei muito minha relação comigo mesmo, ou seja, me protejo melhor com uma alimentação balanceada, prática constante de exportes e cuidado com a postura corporal.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Conscientização

Viver com alegria

Encarar os desafios de peito aberto e sem medo é difícil, mas é recompensador ao extremo.

Viver Intensamente

HélioFilhoSendoCriança

Existe uma criança em mim

O esporte me ensina diariamente que muitos de nossos limites estão intensamente relacionados ao nosso psicológico, ou seja, quando pensamos que não seremos capazes de realizar determinado desafio, fisicamente ainda temos muita disposição e força. Depende apenas de motivação.

Realizar cicloviagens é um grande exemplo dessa superação. Por mais que se estude gráficos altimétricos, pesquise sobre o percurso e etc. somente estando lá que as dificuldades se mostrarão verdadeiras e condizentes com a realidade do ciclista. Cada um tem seus próprios limites.

Ao se propor fazer uma viagem de bicicleta há duas opções possíveis: 1. Vá e vença os medos; 2. Desista e descubra que você é o seu maior desafio.

Não deu hoje? Tente amanhã de novo, uma hora você vai conseguir. Não desista jamais de seus objetivos.

Alegria de vida

HelioAlexandreRenata

Esse casal é pura simpatia

Nesse final de semana tive a honra e prazer de fazer uma viagem de 169 km com meu grupo de ciclismo.

Saímos de Juiz de Fora em Minas Gerais, fomos até Secretário no interior do Rio de Janeiro e retornamos para Paraíba do Sul.

Até aí tudo normal na minha rotina, porém foi a primeira vez que tive a grata alegria de pedalar com uma Espondiloamiga e o seu grande parceiro Alexandre.

Que interessante, dois espondilíacos apaixonados por Mountain Bike! Confesso que não consigo acompanhar essa mulher no pedal.

EspondiloamigosNaEstradaReal

Minha espondiloamiga Renata

A Renata, minha Espondiloamiga, tem diagnóstico recente e, junto com o marido Alexandre, me descobriram via esse blog. Mais uma honrosa surpresa desse pequeno canal de comunicação.

Ao término do final de semana, a alegria era geral e todos se confraternizaram de forma contagiosa.

Dor? Não, nós não lembramos dela hora alguma. A não ser para dizer que não sentimos nada durante todo o final de semana.

A alegria sempre espanta a dor e o esporte nos mostra um mundo novo repleto de possibilidades.

Por isso amigo, viva com determinação, alegria e vontade de realizar seus desejos perseguindo diariamente uma alegria maior que no dia anterior.

Cabeça erguida, determinação e muita força de vontade. Isso faz a diferença!

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Esporte, Psicológico

Vida em Abundância

HelioFilhoJordanaNaJanelaDoCeu

Janela do Céu em Ibitipoca-MG

Viver em alegria, em contato com a natureza e com seriedade é algo comum na minha vida e que eu quero levar para sempre. Isso me faz muito bem e me renova à cada nova experiência.

No último dia dos pais, resolvi fazer algo diferente de que sempre fiz na expectativa de agradar aos meus pais, mas jamais imaginei que seria tão gratificante para eles quanto foi para mim.

É normal os filhos irem se afastando um pouco da vida dos pais quando as responsabilidades vão aumentando na vida adulta e vão formando suas próprias famílias. Comigo não foi diferente, mas meus pais sempre estão presentes em minha vida e eu quero estar nas deles.

Dia dos pais

PaiMaeMotoqueiros

Meus pais se divertindo

Nesse dia dos pais de 2017, aproveitei que em BH é feriado no dia 15 e resolvi fazer algo diferente com meus pais. Os convidei para irmos à um lugar paradisíaco em Minas Gerais, pois eles jamais viajam de férias a não ser situações religiosas. Portanto, resolvi dar à eles um pouco da experiência que tenho nas montanhas de Minas Gerais. Fomos para Ibitipoca.

O lugar é muito pacato e um convite ao descanso ou ao esporte de aventuras. Apostei na aventura, apesar de meus pais serem muito quietos. Meu pai um pouco mais aventureiro que minha mãe e essa, por sua vez, muito caseira e até certo ponto sedentária. Eis que tive muito medo de minha aposta, mas se era para apostar que fosse alto. Escolhi o passeio mais longe, 16 quilômetros de caminha para irmos à Janela do Céu. Uma cachoeira linda e com uma vista que recompensa todo o sacrifício.

HelioFilhoePais

Aventura ecológica com meus pais

Foi muito gratificante fazer essa caminhada com meus pais. Em toda minha vida jamais vi tanta alegria e satisfação nos olhos deles, principalmente de minha mãe que é cheia de complexos e inferioridades, mas se agigantou e superou todos os desafios com louvor e muita honra. Se sobressaindo até mesmo sobre pessoas mais jovens que ela, alias, eles eram os mais velhos dos grupo formado por 9 pessoas.

A alegria deles era contagiante e emocionante. Meu pai, como sempre, ia à frente exibindo seu vigor e força físicos mesmo pela idade já quase na casa dos 70 anos. Minha mãe ia junto com o restante do grupo sempre com um sorriso estampado no rosto, me mostrando que eu havia tomado a melhor decisão da minha vida para aquele dia dos pais.

A todo instante, minha preocupação vinha à tona, pois não era fácil um resgate naquele lugar caso minha mãe precisasse, mas a alegria em seus olhos me deixava eufórico e na certeza que, daquele dia em diante, eu havia conquistado mais dois parceiros para minhas aventuras à pé pela natureza e montanhas de Minas Gerais, ao menos aquelas menos exigentes.

A caminhada

HelioFilhoCaminhadaEcologicaEmFamilia

Caminhada ecológica em família

A caminhada até a Janela do Céu não é fácil, quem já fez sabe a exigência e dificuldade que são encontradas, mas fizemos com muita alegria e emoção.

Gastamos 7 horas ao todo, com aproximadamente 1 hora aproveitando a cachoeira e sua vista. Chegamos exaustos, mas numa sensação de dever cumprido que jamais esqueceremos.

Muitos prometendo à si mesmo que jamais farão novamente e outros já programando novas aventuras, porque não dizer loucuras.

Loucuras ou aventuras como estas nos mostram que basta sairmos da nossa zona de conforto que nem tudo na vida é impossível quando arregaçamos as mangas e colocamos a determinação e a força de vontade em primeiro lugar.

HelioFilhoComHelioPai

O melhor dia dos pais da minha vida. Meu paizão é fera

Eu tenho certeza que quem conhece minha mãe e sua história jamais acreditaria que ela seria capaz de realizar tamanha façanha e ela a fez com sorriso  no rosto. Bastou incentivo e motivação. Em momento algum disse à ela que ela não seria capaz e em todo momento ela se mostrou confiante e acreditando em si mesmo. Coisa rara para pessoas depressivas crônicas.

Estou muito feliz e realizado, pois tive o melhor dia dos pais da minha vida e no que depender de mim, essa foi a primeira de muitas aventuras que farei novamente com esses dois loucos que eu tenho o orgulho de chamar de pai e mãe. Descobri no alto dos meus 39 anos que nasci com 2 companheiros de aventura e que são mais aventureiros que eu.

Obrigado pai e mãe por tudo que vocês são na minha vida. Amo muito vocês e espero que um dia eu possa ler esse texto junto com vocês.

Pessoas loucas

HelioFilhoJantarRevigorante

Obrigado amigos, vocês abrilhantaram esse final de semana

Nessa aventura, eu tive o prazer da companhia de alguns amigos que são especiais e me ajudaram a realizar esse grande sonho com meus pais, além da louca da Jordana que teve a audácia de casar comigo e estar presente nessas aventuras pra lá de emocionantes.

Quero agradecer de coração aos amigos José Erimá e Ladinha, Rogério, Cynara e sua filha Júlia e à minha amada Jordana que jamais me deixa desanimar da luta e da vida.

 

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Agradecimento, Atos Saudáveis, Esporte

Dor, cansaço e desânimo

EuEnfrentoAEspondiliteDorTer dores, estar cansado e sentir dores é a reclamação mais comum no nosso dia a dia. Sempre tem alguém reclamando disso, ainda mais quando se tem uma doença degenerativa.

Comum? Sim, mas não precisa ser regra. Tente fazer algo diferente.

Apenas reclamar não vai alterar em nada sua condição.

Mudança de Vida

EuEnfrentoAEspondiliteCasadoDesanimoO nosso organismo gosta de rotina e, na maioria das vezes, nós também. Por isso, mude sua rotina para algo que te dê prazer.

Faça uma lista com as coisas que você gostaria de fazer durante o dia, faça outra lista com coisas que você faz durante o dia. As compare e faça adequações.

Viver bem e feliz em Boa parte decorrente apenas de nós mesmos.

PM&PS

Esse é um lema que implementei em minha vida. PM é tudo aquilo que eu resolvo, ou seja, Problema Meu. PS é tudo aquilo que eu não posso resolver e devo deixar de lado, não pode me incomodar, ou seja, Problema Seu.

A filosofia do PM&PS parece ser egoísta ou impossível, mas não é. Basta a colocar em prática e obter resultados em relação à melhoria do humor, redução de estresse e aumento da qualidade de vida.

Resultados

Há uma frase chinfrim atribuída Albert Einstein, mas muito real faz muito sentido.

Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual!

Quer realmente resultados diferentes? Faça diferente!

Pare de reclamar de dores, cansaços e desânimo e busque aquilo que te fará se sentir bem!

Mude, faça diferente e seja feliz sempre. Depende de nós mesmos mudarmos o rumo de nossos sentimentos.

Eu optei por viver intensamente a vida e não a dor!

Publicado em Sem categoria